Abraçando as Americas
Abraçando as Américas
Gold Wing - Brasil

 Home | Livro de Visitas | Calendário | Classificados | Mapa do Site | 80 visitantes on-line 



Antônio Cesar
Antonio CÉSAR

 Ver Viagem no Google
 :: VEJA ONDE ESTAMOS - SPOT - ORIENTAÇÃO
 :: Acompanhe nossas viagens pelo Google

 Principal
 :: Página inicial
 :: Histórico
 :: Links interessantes

 Viagens
 :: USHUAIA - JAN 2015
 :: 1º Encontro Grupo GoldWing-Br
 :: 35º WINGDING - GREENVILLE/ SC /EUA 2013
 :: VIAGEM A S. PEDRO DE ATACAMA 2013
 :: VISITANDO O ALASCA
 :: TRIP EUROPA 2012
 :: TRIP EUROPA 2011
 :: Viagem Arg/Uruguai 2010
 :: Punta Del Este 2009
 :: 1o. Encontro GoldWing - Guarujá/SP
 :: Porto Murtinho - 2009
 :: 1o. Encontro Paraguai / 2009
 :: Mendoza 2009
 :: 1a. Reunião GW Campos do Jordão 2008
 :: Campos do Jordão 2008
 :: Porto Murtinho - 2008
 :: Mendoza 2008
 :: Cusco - Peru - (Machu Picchu) 2007
 :: Mendoza 2007
 :: Viagem a Brasília 2006
 :: Punta del Este 2006
 :: Gramado 2005
 :: Punta del Este 2005
 :: Canadá - 2005

 Passeios
 :: Visita do DIOMAR
 :: APARECIDA - Maio 2013
 :: PASSEIO URAÍ/Pr - 2011
 :: Visita Flávio e amigos
 :: Aparecida e Campos do Jordão 2010
 :: Passeio a URAÍ - Pr
 :: VIIº Encontro PHD 2009
 :: Passeio Valentim Gentil
 :: NATAL Alles Blau Blumenau
 :: EVANGELISTA nos States
 :: VIº ENCONTRO PHD 2008
 :: Festa Junina Blumenau - 2008
 :: Semana da Pátria 2007
 :: 2º MotoMP 2007
 :: Gramado - 2007
 :: 1º MotoMP - 2006

 Login
   
    
 Lembrar de mim
Esqueceu sua senha?

   Sinalizando uma manobra

HABITUE-SE, CONDICIO-SE, EDUQUE-SE, AJUDE A MUDAR!

Hoje quando dirigia meu carro percebi em determinado momento, que em uma manobra de inopino, outro automóvel cortou a frente de uma motocicleta e o desafortunado piloto, ainda que sobre uma moto de pequeno porte, teve
que operar uma reação defensiva, com a maior agilidade que já teve em sua vida, como forma de escapar de um terrível acidente.
Como motociclista, não posso negar, fiquei enfurecido, com vontade de alcançar aquele motorista e dirigir-lhe alguns xingamentos.
Contudo e por imperioso, me contive.
Como nada de pior aconteceu além do susto dele, meu e de outros que por alí transitavam, segui meu destino que era, exatamente, verificar a quantas andava a revisão de minha moto.
Esse episódio provocou uma reflexão sobre mim mesmo, ou seja, e eu, sinalizo sempre as minhas manobras quando estou ao volante de meu carro?
Retrocedi rapidamente alguns minutos e me recordei que dentro do túnel por onde passei, mudei de pista sem sinalizar, após uma breve olhadela pelos retrovisores.
Confesso: literalmente, fiquei vermelho de vergonha de mim mesmo.
Me perguntei: como posso exigir dos outros esse procedimento se eu mesmo não pratico? Pura mediocridade de minha parte.
No entanto, dali em diante tratei de me policiar. Passeio o resto do dia assim agindo. Sabe o que percebi?
Que muitas das vezes não sinalizamos nossas manobras por parecermos um idiota aos olhos dos demais motoristas, já que a grande maioria não o faz.
As manobras, a nosso juizo, aparentemente sem risco, podem ceifar uma vida ou mutilar alguém para o resto da vida, e isso também pode acontecer conosco.
Tratei de trocar de posição.
Quando estou na minha moto recrimino o procedimento dos motoristas, mas quando estou motorista eu sou exatamente igual aqueles que recrimino.
É a típica frase: "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço".
Depois de um dia inteiro andando de automóvel de um lado para o outro para tratar de meus compromissos, me policiando e me cobrando outra conduta ao volante, percebi que "sinalizar" as manobras é apenas e unicamente uma questão de hábito, de condicionamento, de educação, assim como, por exemplo, o uso do cinto de segurança.
Qual a razão de sinalizarmos nossas manobras quando estamos pilotando nossas motos?
A uma, por já estarmos condicionados a esse procedimento; a duas, por termos adquirido esse condicionamento por receio de nós mesmos provocarmos um acidente onde seremos, por óbvio, a maior vítima.
Me parece que o correto, e aí ao tempo em que me envergonho eu me penitencio, é que para cobrarmos procedimentos corretos ao volante, devemos ser os primeiros a dar o exemplo, sob pena de sermos uns grandes medíocres.
Vamos nos educar e educar pelo exemplo.
Vamos chamar a atenção de nossos familiares, esposa, filhos, noras, genros, netos e netas e todos os demais para essa necessidade, mostrando-lhes a importância do ato de sinalizar e as consequências trágicas de não fazê-lo. 
Aí sim poderemos reclamar sem culpa na consciência.
Concorda?
Um fraternal abraço e vamos tratar de colocar em prática essa atitude enquanto há tempo.




 


 Variedades
 :: VAI AO URUGUAI, ARGENTINA, CHILE E OUTROS PAÍSES?
 :: TANQUE DE EXPANSÃO FUROU...
 :: VIAGEM E ADUANA - O que devo saber...
 :: GASOLINA - Saiba mais sobre...
 :: CAPACETE - Dispensa do selo
 :: GoPro - Tudo sobre...
 :: GPS - Tudo sobre...
 :: ALUGUE UMA MOTO
 :: CAPA DE CHUVA
 :: RETIRANDO o pneu traseiro
 :: FAROL QUEIMOU?
 :: PNEU FUROU? E agora?
 :: SHIMMY no guidão
 :: Sinalizando uma manobra
 :: Um cumprimento já basta
 :: Modelos & Ano da GW
 :: QUE TV EU COMPRO?
 :: FRASES DE PARA-CHOQUE
 :: REDUZINDO FOTOS
 :: SOLUPAN x MOTO = BOMBA
 :: Pastilhas de freio
 :: PNEU, veja só...
 :: Cuidados ao RETIRAR a BATERIA
 :: ENTENDA nossas RODOVIAS
 :: ONDE comprar Acessórios
 :: Proteção de Carter é uma necessidade
 :: Cuidados no Exterior
 :: Cuidados com as borrachas
 :: Limpando o pára-brisas
 :: DVDs de Viagens
 :: Calcule a distância
 :: Mapas diversos
 :: Hoteis e Restaurantes
 :: Oração do Motociclista
 :: Carta do teu velho
 :: Prece do Motociclista
 :: Dicas de viagem

 Home | Livro de Visitas | Calendário | Classificados | Mapa do Site | 80 visitantes on-line 

Abraçando as Américas - Todos os direitos reservados 2008

Enviar e-mail para cesar@abracandoasamericas.com.br para perguntas ou comentários sobre o site.